Fale com o governo

Secretaria de Projetos Estratégicos é criada para fortalecer área social

Para fortalecer os principais projetos do governo de Brasília, será criada a Secretaria de Projetos Estratégicos. A pasta, que vai abarcar frentes de trabalho como a urbanização do Sol Nascente, em Ceilândia, e do Setor Habitacional Buritizinho, em Sobradinho II, será comandada pela ex-governadora e ex-deputada federal Maria de Lourdes Abadia.

A secretaria também assume projetos como a desobstrução da orla do Lago Paranoá e a desativação do lixão da Estrutural. O anúncio foi feito pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, nesta quarta-feira (25), em entrevista coletiva na Residência Oficial de Águas Claras.

O interesse por melhorar a qualidade de vida das populações mais carentes foi um dos critérios que levaram à escolha de Abadia para chefiar a pasta, segundo destacou o governador.

“Esse desejo de contribuir com as comunidades que mais precisam é um diferencial muito importante. Com a simplicidade, experiência e espírito público, Abadia poderá contribuir muito para o governo”, disse Rollemberg.

O desafio foi recebido com satisfação pela agora secretária. “Parabenizo o governador em dar a cara do governo, em dar prioridade para que nossa cidade não se deteriore.”

Na ocasião, também foi anunciada a nomeação de Virgílio Neto para a Subsecretaria de Integração Social. O órgão é subordinado à Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Entre as responsabilidades da pasta está a coordenação das atividades da Fábrica Social. Neto é 1º suplente de deputado distrital pelo PSDB e vê no espaço de capacitação um centro de excelência. “Tenho a oportunidade de trabalhar com a Fábrica Social, que é algo exemplar dentro de Brasília. Farei o melhor possível.”

Perfil da nova secretária

Maria de Lourdes Abadia nasceu em 14 de agosto de 1944. É natural de Bela Vista de Goiás, a 51 quilômetros de Goiânia. É assistente social formada pela Universidade de Brasília (UnB) e uma das responsáveis pela criação de Ceilândia. Na cidade, ocupou o cargo de administradora regional por 14 anos. Eleita deputada federal em 1986, participou da Assembleia Nacional Constituinte e, em 1988, atuou na fundação do PSDB. Elegeu-se deputada distrital; atuou como secretária do Turismo na gestão do então governador Cristovam Buarque, em 1994; e se elegeu vice-governadora na gestão de Joaquim Roriz, em 2002. Em 31 de março de 2006, assumiu o governo até janeiro de 2007.

 

Mapa do Site Dúvidas frequentes Comunicar erros